terça-feira, 12 de julho de 2011

#17 Letter to someone from your childhood


Dou por mim sozinha, calada, perdida no meio de recordações que tiro de uma gaveta, no meio de uma imensidão de fotos que não transparecem apenas aquilo que mostram, mas que para mim têm um significado muito superior....
Montes de álbuns, de fotos espalhadas, algumas perdidas por aí.... dezenas de belas recordações que souberam a pouco, que me fazem apetecer mais, mais de mim naquele tempo, mais daquela felicidade constante, mais da minha infância....

Foram pessoas importantes aquelas que marcaram na infância, que nunca desapareceram ou que por algum motivo não estão mais do meu lado.... e de facto, custa bastante perceber que pessoas que me ajudaram tanto, que me fizeram crescer, aprender, sorrir não estão mais aqui.... mas custa ainda mais ver, perceber, constatar que algumas pessoas que tive do meu lado desapareceram por opção própria, ou por culpa minha, que outras me mintam e me deitem abaixo, que algumas pessoas da minha bela infância não tenham tornado a actual vida tão bela... custa, mas aceita-se...

De facto, só queria poder voltar atrás por um dia que fosse para viver a vida daquela forma, sem problemas a atormentar-me, para ser verdadeiramente feliz! :) 

3 comentários:

  1. De nada fofinha *.*
    e verdade , escreves mt bem !

    ResponderEliminar
  2. De facto, só queria poder voltar atrás por um dia que fosse para viver a vida daquela forma, sem problemas a atormentar-me, para ser verdadeiramente feliz! :)

    totalmente verdade , nada oculta por sinal '

    ResponderEliminar

Mostra uma parte de ti e revela o que sentes :)